sábado, 29 de junho de 2013

Dueto Insolente

Postado por Mrysol Monick às 17:37
Reações: 

Ode a desgraça!
Que apaga a chama da paz...
Meus olhos não se fecham... 
Mas também não abrem
Entre guerra e fogo
Este fogo não se apaga!
Esta guerra não acaba!

Ode a desgraça!
Que condena a família...
Caminham sem direção
Mas também não voltam para casa
Entre luto e choro
Este choro agonizante!
Este luto constante!

Ode a desgraça!
Os soldados sangram
Eles matam
Mas também morrem
Entre dor e raiva
Esta raiva perdida!
Esta dor e ferida!

Ode a desgraça!
As bombas destroem tudo...
Bombardeiam as casas
Mas também as vidas
Entre extermínio e ira
Esta ira desumana!
Este extermínio em chamas!

Ode a desgraça!
No final a miséria 
Às vezes você ganha
Mas também você sempre perde
Entre vitória e mortes
Estas mortes são maiores!

Está é uma vitória de horrores!
Ode a desgraça! ÓDIO
Ode a desgraça! ÓDIO



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário.
Fico muito feliz ^^

 

Pequena Poeta Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos