segunda-feira, 26 de maio de 2014

A solidão de uma mulher

Postado por Mrysol Monick às 13:04
Reações: 

Alma de mulher que chora
Quando triste o amor vai embora
Lamento de não ser amada
Mas de morrer de amor apaixonada

Quando no silêncio da noite
Sofre seu coração em açoite
Derrama toda lágrima e tristeza
Em busca de alívio e pureza..

Se entrega a dor
E a sua vida perde toda a cor
Cheia de dor, a espera do amor...
A espera do amor, cheia de dor...



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário.
Fico muito feliz ^^

 

Pequena Poeta Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos